Como começar um negócio de sucesso no Rio de Janeiro

Iniciar um negócio no Rio de Janeiro

Permanecer para fazer negócios no Rio de Janeiro é muito mais difícil devido à burocracia complicada, vistos e opções limitadas para os aspirantes a empreendedores.

Não é impossível, porém, porque alguns empresários tiveram sucesso no mundo dos novos negócios no Rio de Janeiro. 

De fato, o Brasil foi nomeado a segunda jurisdição mais complexa em termos de contabilidade e tributação no Índice de Complexidade Financeira de 2017 do Grupo TMF. 

Portanto, é muito importante levar em consideração os seguintes aspectos ao fazer negócios no Rio de Janeiro e no Brasil 

Nação em desenvolvimento

O Brasil ainda é considerado uma nação em desenvolvimento, e embora isto seja freqüentemente interpretado como um precursor de altos níveis de crescimento, também significa que várias áreas da economia permanecem subdesenvolvidas. 

A base de consumidores, o ambiente regulatório e a área de investimento não são tão avançados quanto os das nações desenvolvidas, e considerações devem ser feitas a esse respeito.

Burocracia

A reforma das leis e regulamentos para a abertura e operação de um negócio no Brasil não se adaptou ao ritmo de crescimento da economia, o que coloca muitos obstáculos às empresas estrangeiras.

O Brasil ficou em 125º lugar entre 190 países no último relatório anual global do Banco Mundial, avaliando a facilidade de iniciar um negócio, tratando de licenças de construção, registro de propriedade e pagamento de impostos. 

Em média, são necessários 11 procedimentos e cerca de 90 dias úteis para iniciar um negócio no Brasil. Por exemplo, as licenças de construção exigem uma média de 20 procedimentos e 404 dias para serem finalmente autorizadas.

Corrupção

Enquanto o Brasil, e em particular o Rio de Janeiro, é um dos principais destinos de investimento do mundo e é formalmente um ambiente empresarial que funciona bem, a corrupção e o suborno continuam sendo sérios obstáculos. 

A estrutura federal do sistema político significa que existe uma grande diversidade de órgãos reguladores, o que pode levar a demandas por subornos de funcionários públicos. 

Em 2016, o Brasil ficou em 76o lugar no Índice de Percepção de Corrupção da Transparência Internacional, e o crime organizado é um grande problema em algumas partes do país. Entretanto, isto é algo que o governo está lutando através de um chamado programa de integridade.

Como começar um negócio de sucesso no Rio de Janeiro

Aspecto financeiro

Os riscos de crédito no Brasil estão aumentando, e espera-se que as insolvências aumentem novamente à medida que as condições financeiras no mercado se tornem mais restritivas. 

Isto, por sua vez, tem um efeito de arrastamento nas tendências do comportamento de pagamento e na forma como as empresas se protegem contra riscos. 

O risco global do Brasil foi considerado médio, embora se espere que a melhoria da situação política tenha um efeito positivo no crescimento econômico. 

Entretanto, a desaceleração do crescimento pode oferecer oportunidades de investimento estrangeiro, o setor de fusões e aquisições cresceu 5%, com oportunidades de investimento variando de tecnologia da informação a produtos farmacêuticos, de seguros a mineração, e de energia, petróleo e gás.

O Rio de Janeiro é considerado viável para investimentos estrangeiros devido à retomada da indústria petrolífera, marcada pelos recentes leilões de áreas subterrâneas de propriedade do governo, conhecidas como blocos do pré-sal. 

A privatização do setor foi uma das plataformas de campanha do novo governo brasileiro, que assumiu que assumiria em 2019 e incentivou os atores do setor a voltarem ao país.

A cidade está interessada em atrair mais investimentos estrangeiros diretos, já que a economia já está dando sinais de recuperação. O índice Ibovespa da Bolsa de Valores de São Paulo acumulou uma alta de 10,64% este ano.

Além disso, a venda de campos de petróleo do pré-sal teria um impacto direto na economia do Rio de Janeiro, já que a província petrolífera representa cerca de 50%, traduzido em milhões de barris produzidos por dia no país. 

Com a nova construção de plataformas petrolíferas, navios e muitas outras exigências, a economia do Rio verá um impulso oportuno. Portanto, as 6 rodadas já realizadas atraíram os gigantes mundiais do setor como Exxon Mobil, Chevron, BP, CNOOC, entre outros, gerando previsões de investimento estrangeiro direto de um bilhão de dólares.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *